Secretarias

ÚLTIMAS NOTÍCIAS / APAE

Inaugurado em Ubiratã centro de equoterapia para atender pessoas especiais


Após muita luta e comprometimento dos pais e professores que diariamente convivem com os alunos excepcionais atendidos na Escola de Educação Especial Jesus Menino de Ubiratã (Apae), foi inaugurado o setor de equoterapia, um tratamento complementar, que utiliza o cavalo como recurso terapêutico para o desenvolvimento físico, psicológico e social. O espaço está localizado em um barracão construído ao lado da escola.

 

A inauguração contou com a presença dos alunos, pais, professores, membros da diretoria da escola e autoridades como secretários municipais e o vice-prefeito Orlando Vieira Filho que descerrou a placa inaugural juntamente com o presidente da Apae ubiratanense, Claudinei Edson Dalla Corte, que na oportunidade agradeceu a cada um dos que ajudaram na concretização do sonho de se ter um espaço destinado a equoterapia, enfatizando a Administração Municipal Trabalhando para Crescer que sempre foi uma grande parceira.

 

O vice-prefeito ao fazer uso da palavra, parabenizou a escola pela conquista, ressaltando que o trabalho a ser realizado no local mostra o comprometimento de todo corpo docente para com a boa educação dos alunos atendidos na escola.

 

Duas apresentações especiais feita por alunos atendidos na Apae emocionaram e encantaram todos os presentes. O trabalho cultural vem sendo desenvolvido junto aos alunos há alguns meses e mostra resultados significativos.

 

EQUOTERAPIA

Inicialmente 45 alunos terão sessões semanais de equoterapia, sempre acompanhados por profissionais capacitados como psicóloga fisioterapeuta e instrutor de equitação. Segundo a fisioterapeuta Soraia Abdo Cassin, com as tarefas desenvolvidas pelo aluno durante a montaria, eles são estimulados a desenvolver a fala, autoconfiança, memória, raciocínio e a organização espacial e temporal.

 

“Por ser um espaço fora do convencional, a pessoa aqui estimulada responde de forma mais rápida”, destaca a fisioterapeuta, explicando que antes de montar no cavalo, cada participante passa por um período de adaptação para que com isso ganhe confiança e não tenha medo de chegar perto do animal. A base dessa terapia está no fato do cavalo realizar um movimento tridimensional (para cima e para baixo, para frente e para trás, para direita e para a esquerda), que se assemelha a marcha humana. Esse movimento impõe ao praticante ajustes musculares e constantes estímulos.

 

A Equoterapia é indicada para pessoas com paralisia cerebral, lesões medulares, deficiência auditiva e visual, acidente vascular cerebral, transtorno de déficit de atenção e hiperatividade, diversas síndromes e autismo, entre outros. Em todos os casos o tratamento proporciona ganhos físicos e psicológicos.

 

O cavalo utilizado na equoterapia de Ubiratã é extremamente dócil, gosta das crianças e foi adestrado especialmente para esse tipo de trabalho.

Fonte: Robson Alexandre - 31 de agosto - 08:59

Data de Publicação: 31/08/2011

A criança é estimulada a interagir com o animal durante a montaria Crédito: Robson Alexandre
Legenda: A crian?a ? estimulada a interagir com o animal durante a montaria

 Galeria de Fotos

 Outras Notícias

Horário de Atendimento: Segunda à Sexta-feira: das 8h00 às 12h00 e das 13h30min às 17h00
(44) 3543-8000