Av. Nilza de Oliveira Pipino, 1852 - CEP 85440-000 | (44) 3543-8000 | ubirata@ubirata.pr.gov.br
Acessibilidade

MODELO

Ubirat? apresentou projetos da saude que obt?m ?xito junto a comunidade


Ouvir matéria

Durante a realização do XXVII Congresso das Secretarias Municipais de Saude do Paraná, o município de Ubiratã teve uma posição de grande destaque junto aos demais. Dentre vinte trabalhos em exposição durante o congresso, três mostravam as experiências exitosas junto a comunidade ubiratanense.

 

Para Cristiane Pantaleão, esse destaque positivo da saude em Ubiratã se deve primeiramente aos grandes investimentos da Administração Municipal Trabalhando para Crescer no setor. Outro fator apontado pela secretária como fundamental para o destaque positivo é o fato de que os funcionários de sua pasta se dedicam a todo instante em prol do bom atendimento da comunidade. “Primamos pela excelência na qualidade do atendimento, mas buscando sempre agilidade e eficiência”, enfatiza Cristiane Pantaleão.

 

1º PROJETO

O primeiro projeto apresentado aos cerca de 700 participantes do congresso é o Trabalho Intersetorial de Agentes Comunitários de Saúde e Agente de Endemias. A enfermeira Alexandra Urnau explica que o projeto objetiva reduzir o número de focos do mosquito aedes aegypti, promover a conscientização da população quanto a problemática enfrentada e realizar ações “in loco” para acabar com a infestação das larvas do mosquito.

 

“Epidemias de dengue tem sido uma constante nos noticiários nacionais. O número de focos do mosquito aedes aegypti encontrados no município de Ubiratã é alto, mesmo após este ter enfrentado uma epidemia de dengue no ano de 2007”, ressalta Alexandra, salientando que sendo esta temática um problema de saúde publica, com risco elevado de morte, procurou-se realizar uma parceria mais efetiva entre os Agentes de Endemias e os Agentes Comunitários de Saude no município.

 

2º PROJETO

A Construção da Rede em Saude Mental foi outro programa ubiratanense que ganhou elogios dos participantes. A enfermeira Márcia Makiyama explica que o objetivo desse trabalho é fundamental no processo de inclusão do usuário e consequente alcance do objetivo norteador da Reforma Psiquiátrica, que é o resgate da cidadania do indivíduo com transtorno psíquico. Para tanto, Ubiratã conta com uma unidade do Caps, que diariamente atende vários pacientes.

 

A rede de saude mental pode ser constituída por vários dispositivos assistenciais que possibilitem a atenção psicossocial aos pacientes com transtornos mentais”, ressalta a enfermeira, entidades publicas e privadas, religiosas, segurança publica e a comunidade são convidadas a apoiar a ressocialização dos pacientes. “O desafio maior é juntar todos os serviços e proporcionar um trabalho sincronizado para fortalecer o trabalho voltado para a saúde mental. E, com muito esforço em Ubiratã estamos alcançando nossos objetivos”, finaliza Márcia.

 

3º PROJETO

Gravidez na Adolescência em Ubiratã foi o último projetado apresentado em Cascavel. Esse trabalho coordenado pelo enfermeiro Marcos Cardoso dos Santos, objetiva conscientizar os adolescentes da área de abrangência da Estratégia Saúde da Família São Joaquim, sobre as dificuldades encontradas a partir de uma gravidez não programada, bem como das consequências de uma relação sexual sem prevenção.

 

“Essas orientações são repassadas considerando o meio socioeconômico e cultural do grupo alvo, gerando um elo entre família, escola e saúde”, destaca o enfermeiro, dizendo que gravidez na adolescência, principalmente na faixa etária de 11 a 19 anos. “A adolescência é considerada o momento crucial do desenvolvimento, aquele que marca não só a aquisição da imagem corporal definitiva, como também, a estruturação final da personalidade, deste modo, uma gravidez indesejada nesta fase ocasiona problemas como abandono da escola, trazendo sérias consequências para o futuro destas adolescentes”, finaliza Marcos.

Fonte: Robson Alexandre - 22 de setembro - 17:29

Data de Publicação: 22/09/2011

Durante o seminário aconteceram diversas oficinas de debate sobre a saúde pública no Brasil Crédito: Sec. de Sa?de
Legenda: Durante o semin?rio aconteceram diversas oficinas de debate sobre a sa?de p?blica no Brasil

 Galeria de Fotos

 Veja Também