Av. Nilza de Oliveira Pipino, 1852 - CEP 85440-000 | (44) 3543-8000 | ubirata@ubirata.pr.gov.br
Acessibilidade

MEDIDAS DE APOIO

Prefeito F?bio D?Al?cio participou de encontro que tratou das perdas causadas pela seca


Ouvir matéria

O presidente da Comcam e prefeito de Ubiratã, Fábio D’Alécio, participou na segunda-feira (16) do encontro de prefeitos com o governador do Paraná, Beto Richa, que tratou das perdas causadas pela seca e das medidas a serem tomadas no sentido de apoiar os agricultores atingidos por essa que é uma das maiores estiagens já registradas no Estado.

 

Segundo dados apresentados pelo secretário de Agricultura, Norberto Ortigara, a seca comprometeu 14% da produção de milho, 10% da soja e 19% da safra de feijão. Aos gestores municipais foram apresentadas as ações a serem implantadas pelo Estado, como a aplicação de R$ 21,5 milhões na instalação de 300 sistemas comunitários de fornecimento de água em várias regiões paranaenses.

 

Outra medida para o abastecimento de água é a implantação de 140 abastecedouros comunitários, com a perfuração de poços artesianos, instalação de bombas e de reservatórios elevados para 10 mil litros. As cisternas serão construídas em comunidades rurais com problemas históricos de escassez de água. A iniciativa vai atender especialmente produtores de frango, suíno, leite e hortaliças.

 

O governador ressaltou que o Estado não vai deixar o produtor desamparado e que para complementar as ações recursos federais estão sendo buscados. “Temos o compromisso de oferecer socorro imediato à população atingida. Procuramos ser ágeis, pois a cada dia os prejuízos são maiores”, disse Beto Richa.

 

SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA

Durante o encontro, Beto Richa assinou decreto de emergência para 137 municípios do Paraná, entre eles Ubiratã. Os municípios fazem parte das regiões Sudoeste, Noroeste, Centro-Sul e Oeste.

 

Richa disse que a assinatura do decreto abrirá novas linhas de financiamentos, créditos e recursos para serem aplicados nas cidades. “Queremos agregar mais incentivos aos produtores. Com o estado de emergência será possível acessar recursos federais da defesa civil para transporte de água (carros pipa) e alimentação”, explicou Beto Richa.

 

O governo vai ainda agilizar as vistorias em plantações para que os produtores possam solicitar ressarcimento de perdas pelo Programa de Garantia da Atividade Agropecuária (Proagro) e o pagamento do Seguro da Agricultura Familiar (Seaf).

 

EM BOA HORA

O presidente da Comcam e prefeito de Ubiratã disse que a preocupação e ajuda do Estado é fundamental para que os agricultores possam amenizar os enormes prejuízos causados pela falta de chuva. “Muitos municípios da Comcam têm sua economia baseada na agricultura e essa estiagem faz com que não somente o produtor seja prejudicado, mas toda a população” enfatiza D’Alécio.

Fonte: Robson Alexandre - 17 de janeiro - 11:09

Data de Publicação: 17/01/2012

As ações serão destinadas prioritariamente para regiões mais atingidas e agricultores que não tem direito a receber seguro ou crédito Crédito: Jonas Oliveira/AENot?cias
Legenda: As a?es ser?o destinadas prioritariamente para regi?es mais atingidas e agricultores que n?o tem direito a receber seguro ou cr?dito

 Galeria de Fotos

 Veja Também