Av. Nilza de Oliveira Pipino, 1852 - CEP 85440-000 | (44) 3543-8000 | ubirata@ubirata.pr.gov.br
Acessibilidade

HABITAÇÃO

Obras no Conjunto João Paulo II devem começar em alguns dias; 50 famílias assinaram contrato com a Cohapar


Ouvir matéria

“Assinatura dos contratos aconteceu na tarde dessa quinta-feira (9) no Centro Cultural. As unidades serão construídas em uma parceria entre os programas Morar Bem Paraná e Minha Casa Minha Vida”

 

Um dos grandes destaques da Administração Municipal Trabalhando para Crescer tem sido atuar no sentido de zerar o déficit habitacional do município de Ubiratã. Para tanto, o prefeito Fábio D’Alécio tem firmado importantes parcerias com os governos Federal e Estadual para que casas populares sejam construídas tanto na área urbana quanto rural.

 

Nessa quinta-feira (9) o sonho de mais 50 famílias começou a ser realidade. Através da Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar) e o Governo Federal, por meio da Caixa Econômica Federal, essas famílias assinaram contratos para construção de suas casas. As unidades serão construídas em uma parceria entre os programas Morar Bem Paraná e Minha Casa Minha Vida. O presidente da Cohapar, Mounir Chaowiche; o deputado estadual Douglas Fabrício; o gerente da Caixa Econômica Federal, Laerte Albuquerque; representantes da Copel e da Sanepar participaram do evento.

 

As residências a serem construídas terão padrão de energia, fornecido pela Copel e cavaletes de água e esgoto, pela Sanepar. Os investimentos deste conjunto, chamado João Paulo II aproximam-se de R$2 milhões e será edificado em um terreno ao lado da Escola Municipal Dr. Gentil Toledo de Morais. A construção das casas inicia-se imediatamente. O prazo para conclusão é de oito meses.

 

De acordo com o presidente da Cohapar, Mounir Chaowiche, existem outros empreendimentos previstos para Ubiratã. “O município foi beneficiado também com 25 casas pelo programa Sub-50 e também possui 11 unidades rurais já em fase de obras. São investimentos que ultrapassam R$1 milhão”, disse.

 

“Se não fosse esse apoio imenso do governo do Estado e federal, essas boas notícias não seriam dadas hoje. Nosso município está crescendo como nunca devido a essas alianças”, reforçou o prefeito de Ubiratã, Fábio Dalécio.

 

O deputado estadual, Douglas Fabrício, enalteceu a meta do governo do Estado para a habitação. “São 100 mil casas populares em quatro anos. Vivemos um momento importante de desenvolvimento do Paraná”, disse.

 

NOVO RECOMEÇO

Depois de oito anos de casados, Neide Aleixo e Sidmar dos Santos, pais do pequeno Sidney de apenas cinco anos, vêem o sonho da casa própria se concretizar.

 

Os três moram de aluguel e passam por um momento delicado: precisam devolver as chaves ao locatário. “Ele vem nos cobrar toda semana e, como não temos onde morar, nós ficamos em situação complicada”, contou a dona de casa.

 

Além disso, a moradia está precária: Sidmar, que é pedreiro, forrou toda a casa com manta térmica e ajustou os buracos existentes nas paredes. “Ainda assim, quando chove, tem goteira por toda parte: chove na cama, no fogão, na mesa...”, disse Neide.

 

Sem condições de financiar sua própria residência, o casal contemplado respira aliviado. “Vamos recomeçar nossa vida. Corremos muito atrás e felizmente este dia chegou”, destaca Neide, que ao completar agradece ao prefeito Fábio D’Alécio pelo que está fazendo em prol da melhoria de vida de muitas famílias ubiratanenses.

 

Fonte: Robson Alexandre - 13 de agosto - 09:32

Data de Publicação: 13/08/2012

A assinatura dos contratos aconteceu no Centro Cultural Crédito: Robson Alexandre
Legenda: A assinatura dos contratos aconteceu no Centro Cultural

 Galeria de Fotos

 Veja Também