Av. Nilza de Oliveira Pipino, 1852 - CEP 85440-000 | (44) 3543-8000 | ubirata@ubirata.pr.gov.br
Acessibilidade

CONQUISTA

Governo Federal deve destinar R$ 1.021.694,60 para reconstru??o da ponte sobre o Rio Tricolor

A conquista desses recursos se deve ao trabalho incessante dos prefeitos de Ubiratã e Campina da Lagoa que juntos buscaram uma forma de solucionar o problema que afeta produtores rurais dos dois municípios


Ouvir matéria

Os prefeitos de Ubiratã - Haroldo Fernandes Duarte - e Campina da Lagoa – Célia Cabrera de Paula – estão um pouco mais aliviados com o anúncio de que o Governo Federal estuda a viabilidade de liberar em breve o equivalente à R$ 1.021.694,60 para que seja reconstruída a ponte sobre o Rio Tricolor. A ponte caiu em meados de 2013, quando do excesso de fortes chuvas que assolou a região.

O anúncio de que esses recursos devem vir foi feito pela prefeita campinalagoana ao administrador ubiratanense, quando Baco esteve, recentemente, em visita ao município de Campina da Lagoa. Ambos os prefeitos comemoram a possibilidade do recebimento desse recurso para reconstrução da ponte que é a principal via de acesso rural entre os dois municípios e importantíssima para que a produção agrícola seja escoada.

“Estamos confiantes de que em breve a ponte sobe o Rio Tricolor seja reconstruída, o que será muito importante para fortalecer o desenvolvimento regional e dar acessibilidade aos moradores dos dois municípios”, destacou Célia Cabreira, prefeita de Campina da Lagoa, lembrando que foi fundamental para essa conquista o apoio do prefeito Baco. “Nós sentimos as dificuldades dos nossos cidadãos e independente de posição partidária fomos em busca da solução”, pontua Célia Cabrera.

Já o prefeito de Ubiratã se lembra das viagens feitas à superintendência do DER, em Maringá, bem como à Curitiba para falar com o secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Pepe Richa. “Nós buscamos incessantemente a ajuda dos governos estadual e federal e, felizmente recebo essa boa notícia da prefeita de Campina da Lagoa”, frisa Baco, enaltecendo que a partir de agora os técnicos de obras, serviços rurais e infraestrutura dos dois municípios vão buscar a melhor forma de reconstruir a ponte. “Como os recursos foram destinados à Campina da Lagoa, uma vez, que a União não pode destinar recursos de uma mesma obra para dois municípios, nós – de Ubiratã – entraremos com o suporte de qualquer necessidade que ocorra no decorrer da obra”, pontua o administrador ubiratanense.

 

IMPORTÂNCIA DA PONTE

Os proprietários de terras e trabalhadores da agricultura e pecuária necessitam que a ponte seja reconstruída. Alguns agricultores de Ubiratã têm suas terras do outro lado do Tricolor e sem a ponte precisam andar cerca de 30 km a mais para chegar as suas propriedades, assim como ocorre com agricultores de Campina da Lagoa.

A ponte tem 24 metros comprimento e é a principal via de acesso rural entre os dois municípios.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Social

Data de Publicação: 10/03/2014

A falta da ponte prejudica agricultores dos dois municípios Crédito: Valdir Silva
Legenda: A falta da ponte prejudica agricultores dos dois munic?pios

 Galeria de Fotos

 Veja Também