Av. Nilza de Oliveira Pipino, 1852 - CEP 85440-000 | (44) 3543-8000 | ubirata@ubirata.pr.gov.br
Acessibilidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS / MEIO AMBIENTE

Nova trincheira para receber lixo produzido pelos ubiratanenses está sendo aberta no Aterro Municipal


Para se preservar o meio ambiente e fazer a destinação correta do lixo orgânico produzido diariamente nos lares de todos os cidadãos, a Administração Municipal Caminhando para o Futuro está realizando um trabalho que poucas pessoas veem, mas que é extremamente importante.

 

Equipes das secretarias de Viação/Serviços Rurais e Desenvolvimento Econômico estão abrindo uma nova trincheira no Aterro Municipal – Estrada Vitória - para que esse lixo possa ser depositado. A nova trincheira – quase pronta - tem 23 metros de largura, 105 de comprimento e 5 de profundidade. Além disso, está sendo feito um sistema de drenagem, no qual uma mangueira capta o chorume e o conduz para uma caixa de concreto, em seguida é escoado no fosso de decantação.

 

Nessa semana o prefeito Haroldo Fernandes Duarte, acompanhado do vice-prefeito Sebastião Osmar Beraldo, do secretário Nilson Messa e da chefe da Divisão de Meio Ambiente, Cleide Carvalho, acompanhou os trabalhos no local.

 

A chefe de divisão explica que essa trincheira deverá no mínimo ter vida útil de dois anos, mas que após a implantação definitiva do local para a segregação final do lixo a trincheira pode aumentar esse prazo para quatro anos. “Além da segregação vamos intensificar junto aos cidadãos a campanha de conscientização sobre a necessidade em se fazer a separação do lixo reciclável do orgânico”, destaca Cleide, explicando que a segregação é a construção de um local na área do próprio aterro onde possa ser instalada uma esteira para separação dos lixos orgânico para compostagem, rejeito para a trincheira e reciclável para a cooperativa dos catadores.

 

Para finalizar a chefe da Divisão de Meio Ambiente diz ainda que quando essa trincheira chegar na sua capacidade limite será necessário ao município a aquisição de uma outra área no entorno do aterro para que novas trincheiras possam ser abertas.

 

O administrador ubiratanense diz que nesse serviço em execução estão sendo investidos cerca de R$ 80.000,00. “Para que possamos economizar esse recurso e garantir o aumento na vida útil dessa trincheira precisamos da cooperação da população que deve fazer a sua parte e separar corretamente o lixo”, destaca Baco, enaltecendo que a administração municipal busca sempre manter o aterro de acordo com as normas exigidas pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP).

 

 

COLETA DE LIXO

Diariamente uma equipe da Divisão de Meio Ambiente percorre os bairros do município para recolher o lixo reciclado que é separado pela população. Já o lixo orgânico é recolhido seis dias por semana por 3 caminhões. Dados da Secretaria de Serviços Urbanos e Pavimentação apontam que por dia são recolhidos em média 18 toneladas de lixo que no final do mês totalizam cerca de 432 toneladas.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social

Data de Publicação: 30/01/2015

Cleide Carvalho destaca que é necessário a população fazer a separação do lixo reciclável do lixo orgânico Crédito: Robson Alexandre
Legenda: Cleide Carvalho destaca que ? necess?rio a popula??o fazer a separa??o do lixo recicl?vel do lixo org?nico

 Galeria de Fotos

 Outras Notícias