Secretarias Administração Assist. Social Desenv. Econômico Educação e Cultura Esporte e Lazer Finanças e Planejamento Gabinete Obras Saúde Serviços Urbanos Serviços Rurais

ÚLTIMAS NOTÍCIAS / SINAL DE ALERTA

A Secretaria Municipal de Saúde de Ubirat&a


A Secretaria Municipal de Saúde de Ubiratã alerta a população sobre o risco de uma epidemia de dengue, chicungunya e zika vírus, e ressalta sobre a importância de manter os cuidados diários necessários para evitar a proliferação do aedes aegypti nas residências, comércios e terrenos baldios.

 

O último levantamento de índice realizado em Ubiratã do dia 20 a 22 de outubro pelos agentes de endemias apontou alto risco de epidemia. O índice foi de 3,6 % e o máximo recomendado pelo Ministério da Saúde tem que ser abaixo de 1%. Em algumas localidades, o índice chegou a 7,41%. Os locais que mais foram encontrados larvas foram vasos de flor, bebedouro de animais, baldes, bacias; lonas, tanque, tambor caixa de água, locais de armazenamento de água da chuva, lixo e pneus.

 

Com a chegada do calor e das chuvas, os cuidados devem ser redobrados, pois a dengue mata e não existe medicamento, nem vacina para evitar a doença: a única maneira é eliminar os criadouros do mosquito.

 

Em 2015 foram notificadas 173 pessoas com suspeitas de dengue, desses 46 foram positivos. Os casos positivos se concentraram mais na localidade centro (12), vila recife (07) e na comunidade São João (08).

 

“Os imóveis onde são encontrados larvas são notificados e caso o mesmo imóvel seja notificado, o responsável é multado. Este ano já foram notificados 439 imóveis e aplicadas 120 multas”, informou Selma de Souza, Coordenadora da dengue.

 

“Já temos no Estado do Paraná a confirmação dos vírus 1, 2, 3 e 4. Lembramos que quem já contraiu dengue uma vez, corre risco de ter maiores complicações se contaminando novamente. E somente com a participação e colaboração da população conseguimos controlar uma epidemia e evitar que ocorram mortes por dengue. A única forma de não termos novamente uma epidemia em Ubiratã é não deixando o mosquito se proliferar. Cada um deve fazer sua parte. Todos somos responsáveis igualmente”, destacou a Secretária de saúde, Cristiane Martins Pantaleão.

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Social

Data de Publicação: 05/11/2015

 Galeria de Fotos

 Outras Notícias

Horário de Atendimento: Segunda à Sexta-feira: das 8h00 às 12h00 e das 13h30min às 17h00
(44) 3543-8000