Av. Nilza de Oliveira Pipino, 1852 - CEP 85440-000 | (44) 3543-8000 | ubirata@ubirata.pr.gov.br
Acessibilidade

Ubiratã discutiu Plano Municipal de Educação


Ouvir matéria

Profissionais da educação, membros de APMFs, representantes de entidades, Conselho Tutelar e comunidade, participaram na quinta-feira (30), na Câmara Municipal, de audiência pública para avaliação do Plano Municipal de Educação. O evento contou com a presença do prefeito Haroldo Fernandes Duarte – Baco, da secretária da Educação, Rosa Rodrigues, da secretária da Assistência Social, Eliane Omori Duarte – Makie, secretário de Desenvolvimento Econômico, Antonio Hideraldo Magron, dos vereadores Rafael Bartz e Silvio da Campestre e também da Coordenadora da Área de Ensino - Educação Infantil e Anos Iniciais, Coordenadora Regional do PNAIC e Avaliadora Educacional do Plano Municipal de Educação do Núcleo Regional de Goioerê: Fernanda Gorri Pareja Cardoso, que falou sobre a importância da audiência e do Plano como um todo.

 

Durante a audiência, a professora Adriane de Lima Vilas Boas Bartz, falou sobre as 20 metas do Plano Municipal de Educação e a técnica do Plano Municipal de Educação, Débora Vanessa Felipe da Silva, mostrou como se dá o processo de avaliação e monitoramento do Plano, bem como resultados dos trabalhos realizados no período de 2016 e 2017.

 

O Plano Municipal de Educação foi elaborado em 2015 para ser utilizado nos próximos 10 anos e tem como principal objetivo, atender a demanda educacional do município. Segundo a secretária Rosa Rodrigues, as metas e objetivos devem ser alvos de avaliações e monitoramentos periódicos a cada dois anos. Sobre a audiência pública, Rosa cita que foram discutidos sobre o Plano pequenas alterações. “Colocamos o município apoia a educação superior, ao invés de que tem responsabilidade sobre ela, como estava anteriormente e que não correspondia a nossa obrigação como gestores do município”, destaca ela, ressaltando que é preciso que o monitoramento se torne um ato contínuo de observação, pelo qual são tornadas públicas as informações a respeito do progresso que vai sendo feito para o alcance das metas definidas. E a avaliação seja entendida como o ato periódico de dar valor aos resultados alcançados até aquele momento, às ações que estejam em andamento e aqueles que não tenham sido realizadas, para determinar até que ponto os objetivos estão sendo atingidos e para orientar a tomada de decisões.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social - Prefeitura de Ubiratã

Data de Publicação: 01/12/2017

 Galeria de Fotos

 Veja Também