Secretarias Administração Assist. Social Desenv. Econômico Educação e Cultura Esporte e Lazer Finanças e Planejamento Gabinete Obras Saúde Serviços Urbanos Serviços Rurais

ÚLTIMAS NOTÍCIAS /

Médica cubana que atuou em Ubiratã fala sobre situação atual do Programa Mais Médicos e cita saudade dos ubiratanenses


Com o fim do acordo entre Cuba e Brasil para que os médicos cubanos atuem no País da maneira em que estavam contratualmente (os que quiserem ficar precisam fazer o revalida), praticamente todas as cidades brasileiras viram do dia pra noite os profissionais do Programa Mais Médicos se despedirem e rumarem para sua terra natal. Cuba chamou de volta todos os profissionais que atuam no Brasil, após uma fala do presidente eleito Jair Bolsonaro, que duramente criticou o governo cubano, bem como discordou da maneira com que os cubanos recebiam seus honorários pelos serviços prestados em solo brasileiro.

 

Em Ubiratã não é diferente, a atual médica cubana Ana Lilia Terreno Duran vai embora do Brasil nos próximos dias, segundo a secretária de Saúde de Ubiratã, Cristiane Martins Pantaleão.

 

Em Ubiratã, a doutora Ana Duran é a segunda cubana a atuar, antes dela trabalhou por 3 anos (pelo acordo de cooperação entre Brasil e Cuba os profissionais do Mais Médicos só podem ficar por 3 anos trabalhando) no Posto de Saúde Central a doutora Dailiana Clares Quiala.

 

Como os médicos que ainda estão no Brasil não podem conceder entrevista à veículos de comunicação, conversamos nessa semana com a doutora Dailiana, que por email falou um pouco do seu sentimento com relação ao atual momento vivido por seus conterrâneos no Brasil e ainda disse da saudade que sente dos ubiratanenses.

 

Sobre a situação dos médicos cubanos e do atual momento político brasileiro, Quiala disse que torce para que as novas fases vividas pela população deem certo. “O povo precisa de saúde e um colo amigo. São tempos de retrospecção por tudo que tem sido e uma antecipação de tudo que será. É hora de lembrar com amor e apreciação, das pessoas que fazem a diferença. Um mundo melhor é possível? Acho que sim”, destaca Dailiana.

 

“Quero dar obrigado também ao povo de Ubiratã, ao prefeito Baco e a secretária de Saúde que me acolheram com tanto carinho e confiança e acreditarem em nosso trabalho. Tomara que o trabalho tenha sido satisfatório. Fui para somar à saúde ao Brasil mediante a solidariedade. Sei que tanto eu, quanto a minha colega cubana que está se despedindo seremos parte da sua historia também. Sinto-me abençoada em conhecer e trabalhar para o povo de Ubiratã, que já está por sempre no meu coração”, escreveu a médica Dailiana Clares, que ao finalizar disse que ganhou mais experiência, como médica e como pessoa. “Eu deixei um pedaço de mim nesse povo tão querido”.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social - Prefeitura de Ubiratã

Data de Publicação: 03/12/2018

 Galeria de Fotos

 Outras Notícias

Horário de Atendimento: Segunda à Sexta-feira: das 8h00 às 12h00 e das 13h30min às 17h00
(44) 3543-8000