Av. Nilza de Oliveira Pipino, 1852 - CEP 85440-000 | (44) 3543-8000 | ubirata@ubirata.pr.gov.br
Acessibilidade

Segunda Etapa da Campanha de Vacinação Contra o Sarampo continua em Ubiratã


Ouvir matéria

Considerando que o surto de sarampo ainda se encontra em atividade, com a confirmação de 9.304 casos e 13 óbitos pela doença no país e que no Paraná tivemos 368 casos confirmados na última semana, reforçamos a importância da segunda fase da Campanha de Vacinação contra o Sarampo 2019.

 

A realização dessa fase é importante para interromper a cadeia de transmissão do sarampo. Terá como público-alvo os adultos de 20 a 29 anos não vacinados ou com esquema incompleto para o sarampo.

 

A campanha no município será realizada até o dia 29 de novembro. Com horários especiais de atendimento das 17:00 as 19:00 horas. Dessa forma as unidades de saúde estarão abertas em horários estendidos de acordo com a tabela abaixo.

 

UNIDADE DE SAÚDE e DATA

- Yolanda (20/11);

- Josefina (26/11);

- Central (26/11);

- Esperança (26/11);

- São Joaquim (27/11);

- Panorama (28/11);

- Boa Vista (28/11);

- Recife (28/11).

 

O objetivo é aumentar a cobertura vacinal contra o sarampo na faixa etária de 20 a 29 anos, que apresenta maior frequência de casos. No Paraná, entre os 368 casos confirmados na última semana, 195 estão nessa faixa etária.

 

A primeira etapa de vacinação foi voltada para crianças de seis meses e cinco anos incompletos, que são mais vulneráveis às complicações do sarampo.

 

A realização desta segunda etapa é de suma importância para interromper a cadeia de transmissão do sarampo, reduzir o risco da doença e imunizar pessoas não vacinadas ou com esquema vacinal incompleto para o sarampo.

 

Todas as pessoas, nessa faixa etária, que não tenham certeza se tomaram as duas doses da vacina devem procurar as unidades de saúde mais próxima até o dia 29/11/19.

 

DOENÇA

O sarampo é quase totalmente evitável com duas doses da vacina, que é segura e altamente eficaz.

 

As razões para as pessoas não serem vacinadas variam significativamente entre comunidades e países, incluindo falta de acesso a serviços de saúde ou vacinação de qualidade; conflito e deslocamento; desinformação sobre vacinas ou pouca conscientização sobre a necessidade de vacinar. Em vários países, o sarampo está se espalhando entre crianças mais velhas, jovens e adultos que não se vacinaram no passado.

 

A vacina Tríplice Viral, que é utilizada atualmente, previne contra sarampo, caxumba e rubéola. Ela estimula o sistema imunológico a desenvolver anticorpos para combater os vírus causadores de doenças. A aplicação da vacina é por injeção subcutânea e faz efeito em aproximadamente 15 dias.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Social - Prefeitura de Ubiratã

Data de Publicação: 20/11/2019

 Galeria de Fotos

 Veja Também