Av. Nilza de Oliveira Pipino, 1852 - CEP 85440-000 | (44) 3543-8000 | ubirata@ubirata.pr.gov.br
Acessibilidade

Alto índice de infestação indica risco de epidemia de dengue em Ubiratã; de dezembro a janeiro já são 16 casos confirmados


Ouvir matéria

O Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti realizado no mês de janeiro em Ubiratã, pela Secretaria Municipal de Saúde, indicou alto risco de epidemia no município: 4,9% de infestação do Aedes Aegypti mosquito transmissor da dengue que também é responsável por casos de Chikungunya e Zika.

 

A região central da cidade é a que mais preocupa. Dos imóveis vistoriados, em 19,66% deles foram encontrados focos do Aedes Aegypti. No bairro Esperança foram 4,12%, no Jardim Josefina 3,75%, São Joaquim 2.86%, Panorama 1,96% Boa Vista 1,47% e Vila Recife 1,32%. O índice tolerável pela Organização Mundial da Saúde (OMS) é de 1%. Acima de 3,99% é considerado alto risco de epidemia.

 

Depósitos de água irregulares (baldes, tambores, caixa de água), vasos de flor, bebedouros de animais, recipientes descartáveis; além de materiais em terrenos com construção, lonas, lixo, sucatas e pneus, são alguns dos locais mais frequentes com focos do mosquito Aedes aegypti encontrados pelos agentes de saúde em residências e terrenos baldios.

 

CASOS CONFIRMADOS

Em dezembro de 2019 foram confirmados 5 casos de dengue em Ubiratã, sendo 1 no Panorama, 1 na Vila Recife, 1 zona rural e 2 no Josefina. Agora em janeiro já foram confirmados mais 11 novos casos de dengue (03 no Boa Vista, 03 na Recife, 02 na região Central e 03 na São Joaquim). De dezembro a 22 de janeiro já são 16 casos confirmados em Ubiratã.  

 

Esse é o período mais complicado do ano e requer atenção redobrada, pois as frequentes chuvas seguidas de calor forte auxiliam na proliferação das larvas do mosquito. Sendo assim, todo cuidado é pouco para não deixar água parada em casa, e para evitar este problema é necessário que cada morador faça uma vistoria em seu imóvel periodicamente e elimine possíveis criadouros.

 

CONFIRA ABAIXO, OS BAIRROS COM SEUS ÍNDICES E OS LOCAIS ONDE MAIS FORAM ENCONTRADOS FOCOS:

 

 

LOCALIDADES

 

- CENTRAL (índice 19,66%);

 

- ESPERANÇA (índice 4,12%);

 

- JOSEFINA (índice 3,75%);

 

- SÃO JOQUIM (índice 2.86%);

 

- PANORAMA (índice 1,96%);

 

- BOA VISTA (índice 1,47%);

 

- RECIFE (índice 1,32%).

 

 

LOCAIS ONDE MAIS FORAM ENCONTRADAS LARVAS

 

- LONAS, SUCATAS, LATA DE TINTA, BRINQUEDO, POTE DE SORVETE MARMITA DESCARTÁVEL, PACOTE DE SALGADINHOS, TAMPAS – (46,5%);

 

- VASO DE FLOR, BEBEDOURO DE ANIMAIS, GARRAFA – (27,9%);

 

- TAMBOR, TANQUE, MÁQUINA DE LAVAR, PIA, BALDE – (16,3%);

 

- PNEUS – (4,7%);

 

- RALO, VASO SANITÁRIO (2,3%);

 

- OCO DE ÁRVORE, FOLHA DE COQUEIRO (2,3%).

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Social - Prefeitura de Ubiratã

Data de Publicação: 22/01/2020

 Galeria de Fotos

 Veja Também