Secretarias

ÚLTIMAS NOTÍCIAS /

Município de Ubiratã recebeu equipamentos para incrementar a produção agrícola e pecuária


Este convênio tem por objeto promover a melhoria na renda e na qualidade de vida de 97 agricultores familiares, que exploram as atividades: Leite e Hortifrutigranjeiros, nas Comunidades Rurais do Distrito de Yolanda, Vila Rural Verdes Campos, Palmeirinha, Santa Terezinha, São João, Vila Arco e Alto Alegre, do Município de Ubiratã, mediante aquisição de colhedora de silagens, encanteiradeira/encanteirador e Triturador de grãos secos para incrementar a produção agrícola e pecuária. Isto só foi possível através de emenda parlamentar do Deputado Estadual Vilmar Reichenbach, que destinou R$ 64.194,00 ao município, atendendo uma solicitação do vereador Harri Tholken.

 

A pecuária leiteira no Município de Ubiratã é uma atividade de suma importância econômica para os produtores de leite. Atualmente somam 85 produtores em atividade dentre eles pequenos e médios que produzem mensalmente 330.000 (trezentos e trinta mil litros de leite), que envolvem 520 pessoas, gerando uma receita anual de R$ 6.000.000,00 (seis milhões de reais). No momento possuímos um rebanho com aproximadamente 1.554 vacas leiterias, sendo que aproximadamente 914 vacas em plena lactação, isto numa área de 620 hectares de pastagem. No entanto, sabemos que o processo de sustentabilidade passa por dificuldades em função das políticas de preços com alta volatilidade dificultando a possibilidade de investimentos por parte dos produtores. Outro fator que vem se modificando ao longo dos anos é as condições climáticas que vem oscilando e sempre aos extremos hora seca prolongada, temperaturas altas e geadas. Com isso o outono e primavera são épocas de muitas dificuldades de produção do alimento para o plantel leiteiro. Então vemos a necessidade do produtor em produzir alimentos pré-conservados como a silagem do milho de boa qualidade e em quantidade suficiente para suprir a alimentação de seus animais neste período mais crítico. Tal fato se dá, pois 80% dos produtores não possuem maquinário suficiente, para transformar o milho em silagem e em virtude disto influência diretamente na qualidade e quantidade do leite produzido. Há de se relatar também que a deficiência dos maquinários, muitos produtores têm alimentado seu rebanho com produtos de baixa qualidade nutricional e sanitária.

 

Não deixa de ser de suma importância também para o município a produção de hortifrutigranjeiros. Hoje o município conta com 72 famílias de agricultores familiares organizados em Cooperativa de Agricultores familiares que atendem os programas governamentais (PANE Estadual e Municipal). Em 2019 a produção total da Cooperativa foi de 127.195 kg (cento e vinte e sete mil, cento e noventa e cinco quilos) com faturamento bruto de R$ 505.496,00 (quinhentos e cinco mil, quatrocentos e noventa e seis reais). Apenas a produção de hortifrúti (alho, cebolinha verde, folhosos, legumes, tubérculos, raízes, tomate e salsinha) foi de 93.995 kg (noventa e três mil, novecentos e noventa e cinco quilos), com uma receita bruta de R$ 276.278,30 (duzentos e setenta e seis mil, duzentos e setenta e oito reais e trinta centavos) ou seja apenas com a produção de hortifrúti a Cooperativa tem uma receita bruta de 54,65%, no qual estão envolvidos 12 famílias de agricultores familiares totalizando 36 pessoas no processo, numa área de 20 hectares.

 

A falta de renda contínua, a perca de foco na produção e a falta de motivação para novos investimentos em tecnologia adequada, forçam os pequenos produtores a migrar para cidade arrendando ou vendendo sua propriedade e aumentando o desemprego enfraquecendo o comércio local, também perdem algumas técnicas de cultivo de alguns produtos típicos da região, sem contar na qualidade de vida e na preservação da natureza. Com o projeto serão beneficiados diretos e indiretamente homens, mulheres e jovens que tem como renda a produção de produtos hortícolas e pequenas agroindústrias. Com a aquisição do triturador de grãos secos, será utilizado por aqueles produtores que armazenam milho em espigas e trituram para incrementar a ração para os animais que cria na propriedade (suínos, aves e bovinos) e usam também para fazer o fubá e a quirera para o seu próprio consumo.

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Social - Prefeitura de Ubiratã

Data de Publicação: 17/12/2020

 Galeria de Fotos

 Outras Notícias

Horário de Atendimento: Segunda à Sexta-feira: das 8h00 às 12h00 e das 13h30min às 17h00
(44) 3543-8000