Av. Nilza de Oliveira Pipino, 1852 - CEP 85440-000 | (44) 3543-8000 | ubirata@ubirata.pr.gov.br
Acessibilidade

CANTEIRO DE OBRAS

Transformação histórica de Ubiratã terá segmento com licitação de recape para as avenidas Nilza, Brasil, Ascânio e Carmem Ribeiro Pitombo


Ouvir matéria

Depois de marcado o primeiro pregão histórico para Ubiratã, em que serão licitadas as melhorias para a Avenida Brasil, chegou a vez da licitação para recape asfáltico nas avenidas Nilza de Oliveira Pipino, João Medeiros, Ascânio Moreira de Carvalho e Carmem Ribeiro Pitombo. Prevista para as 8h20, do dia 2 de maio de 2022, na Sala de Licitações, localizada na Prefeitura de Ubiratã, o valor máximo para o certame está em R$ 4.708.602,92 (quatro milhões setecentos e oito mil seiscentos e dois reais e noventa e dois centavos).

 

“Iniciamos uma série de licitações para recape e revitalização que irá transformar o visual urbano de Ubiratã. Estamos cientes que são necessárias melhorias, mas peço um pouco de paciência, pois, existem tramites burocráticos que precisam ser seguidos. Mas, uma coisa eu garanto para a população, depois de realizados todos os investimentos, teremos uma nova Ubiratã”, crava o prefeito de Ubiratã, Fabio Dalécio.

 

É importante destacar que, no sistema público existem regras e normas que precisam ser respeitadas e seguidas, mesmo assim, a meta e objetivo da gestão é realizar investimentos que chegam próximo de R$ 100 milhões.

 

O prefeito explica que as melhorias vão além do recape asfáltico. “Lógico que o recape irá melhorar e muito a trafegabilidade das vias urbanas da cidade, mas precisamos considerar a iluminação, logística de estacionamentos. Tudo isso está sendo pensado e desenvolvidas estratégias para otimizar os espaços. Ubiratã vive uma nova realidade, e precisamos pensar de uma forma macro”, pondera.

 

De acordo com Dalécio, gestão pública não é apenas atender as demandas do dia a dia, segundo ele, todas as ações estão sendo pensadas em uma questão urbanística para daqui 5, 10, 20 anos. “Estamos preparando Ubiratã para os próximos anos. Não adianta eu pensar em algo para hoje. A cidade está crescendo e se desenvolvendo rápido, então se faz necessário pensar na mobilidade urbana para daqui alguns anos. Nossa equipe foca na gestão, e gestão é isso, é planejamento”, finaliza.

Fonte: Assessoria de Comunicação

Data de Publicação: 04/04/2022

 Galeria de Fotos

 Veja Também