Av. Nilza de Oliveira Pipino, 1852 - CEP 85440-000 | (44) 3543-8000 | ubirata@ubirata.pr.gov.br
Acessibilidade

FOMENTA

Ubiratanenses participam em Maring? de encontro que debateu os benef?cios da Lei Geral


Ouvir matéria

No último dia 26, alguns munícipes de Ubiratã, representando a Associação Comercial e Empresarial, Sindicato Rural, Agência do Trabalhador e a Administração Municipal Trabalhando para Crescer, estiveram em Maringá para participar do Fomenta, evento organizado pelo Sebrae/PR que objetivou esclarecer aos 150 representantes de empresas e órgãos públicos de vários municípios, sobre os benefícios da Lei Geral.

 

Também participaram do encontro, membros do Sistema Fiep, Correios, Secretaria de Estado da Educação, Secretaria de Estado da Administração, Cohapar, Copel, Serviço Federal de Processamento de Dados e da Universidade Estadual de Maringá. Além de palestras e painéis setoriais, foram realizadas cerca de 60 rodadas de negócios.

 

O gerente da Unidade de Inovação e Competitividade do Sebrae, Agnaldo Castanharo, disse que esta foi uma grande oportunidade para que houvesse uma maior aproximação entre poder público e micro e pequenas empresas, a fim de que se amplie o número de empresas conscientes de que podem ser fornecedoras do poder público. “Orientamos os empresários que é possível vencer concorrências, e que há benefícios específicos e demanda por parte do poder público”, salientou Castanharo.

 

Cesar Augusto Vialle, assessor jurídico do Tribunal de Contas do Paraná, falou sobre as formas de negociação existentes em compras públicas, como as modalidades de concorrência, tomada de preços, convite, concurso, leilões e pregões. “Investir no crescimento de micro e pequenas empresas é uma estratégia inteligente de promoção do desenvolvimento. O Brasil está se despertando para isso, seguindo o exemplo de países desenvolvidos”, assegurou.

 

O secretário de Desenvolvimento Econômico de Ubiratã, Geraldo José dos Santos, disse que a Lei Geral vai melhorar consideravelmente a maneira de pensar e de agir dos micro e pequenos empresários do município. “As micro e pequenas empresas são a base da pirâmide da economia e, com o aumento das formalizações, passam a ter amparo e melhores condições para competir”, destacou Geraldo.

 

A chefe da Divisão de Licitação de Ubiratã, Sandra Capana, ressalta que hoje todos os empresários querem fornecer produtos e serviços para o poder público, pois os municípios passaram a ser bons pagadores. “Todas as categorias empresariais podem ganhar licitações, necessitando apenas que os empresários estejam atentos ao cenário atual das contratações públicas”, pontuou Capana.

Fonte: Robson Alexandre - 29 de setembro - 11:03

Data de Publicação: 29/09/2011

Empresários devem se conscientizar sobre as formas de negociação em compras públicas; na foto, licitação para contratação de empresas que trabalham com comunicação visual Crédito: F?bio Augusto
Legenda: Empres?rios devem se conscientizar sobre as formas de negocia??o em compras p?blicas; na foto, licita??o para contrata??o de empresas que trabalham com comunica??o visual

 Galeria de Fotos

 Veja Também